Links da Semana

Eu estou muito ocupado!

Vá ler os links. Muitos deles merecem comentários, que vão ficar para depois.

  • A segunda parte dos possíveis modelos econômicos imaginados pelo Jamais Cascio merece leitura. Aliás, o site dele é muito interessante.
  • Interessante também notar que a tecnologia tornou mais difícil escolher o nome dos bebês. Todas as boas URLs estão tomadas!
  • Mas se você acha que não ter a URL certa para seu pimpolho é apenas o início dos seus problemas, você tem razão. Uma escola nos EUA (sempre lá) resolveu dar um basta na situação e proibir seus alunos de fazerem sexo pelo celular. Como todos nós sabemos, uma proibição por escrito é a maneira mais rápida e segura de controlar o comportamento da molecada, certo?
  • Veja por exemplo, o Pirate Bay. Funcionou com eles, né? Claro que sim. Quer dizer, eles não ousariam desafiar a indústria musical de novo com toda aquela ironia e deboche peculiares. Não senhor.
  • Então, Xuxa, você já sabe o que fazer! Sua filha pode ser analfabeta, mas isso não deve ter nada a ver com o fato de você não ter a mínima educação! Manda um bilhete pra mãe do Twitter!!!
  • Ou então, a Xuxa poderia ver esse vídeo – se ela souber ler (e em inglês), é claro. Cortesia do Rog.

o último link merece uma atenção especial e menos deboche: Jesús Martín-Barbero fala sobre igualdade na web. Eu destaco esse pedacinho aqui:

Não sei para onde vamos, mas em muito poucos anos a televisão não terá nada a ver com o que temos hoje. A televisão por programação horária é herdeira do rádio, que foi o primeiro meio que começou a nos organizar a vida cotidiana. Na Idade Média, o campanário era que dizia qual era a hora de levantar, de comer, de trabalhar, de dormir. A rádio foi isso.

A rádio nos foi pautando a vida cotidiana. O noticiário, a radionovela, os espaços de publicidade… Essa relação que os meios tiveram com a vida cotidiana, organizada em função do tempo, a manhã, a tarde, a noite, o fim de semana, as férias, isso vai acabar. Teremos uma oferta de conteúdos. A internet vai reconfigurar a TV imitadora da rádio, a rádio imitadora da imprensa escrita… Creio que vamos para uma mudança muito profunda, porque o que entra em crise é o papel de organização da temporalidade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: